O que é o Alcoolismo

Entenda como o álcool causa a dependência e por que as pessoas não conseguem combater o alcoolismo.

Conheça as principais informações sobre o alcoolismo. Como uma pessoa se torna dependente e as etapas de evolução da doença.

o-que-e-o-alcoolismo-sintomas-do-alcoolismo-grupo-recomeco-icon

Sintomas

Saiba identificar o comportamento de risco. O que é beber socialmente e qual é o hábito de consumo excessivo do álcool.

o-que-e-o-alcoolismo-riscos-do-alcoolismo-grupo-recomeco-icon

Riscos

Quanto maior o nível de dependência, ou hábito de consumo, maiores são os riscos à saúde física do alcoólatra.

o-que-e-o-alcoolismo-abstinencia-do-alcoolismo-grupo-recomeco-icon

Abstinência

A crise de abstinência pode causar a morte? Quanto tempo dura? É possível superar a abstinência do álcool sem ajuda médica?

O Alcoolismo no Brasil

No Brasil são registrados uma média de 2 mil casos de alcoolismo por ano. Um mal que atinge todas as classes sociais e pessoas de várias idades, de 13 anos a maiores de 60 anos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o consumo de bebidas alcoólicas por pessoa, no Brasil, é de 8,7 litros por ano, nível maior que a média do consumo mundial, equivalente a 6,2 litros por pessoa. Segundo a pesquisa, cerca de 5,6% dos consumidores apresentam quadros de comportamento e transtornos relacionados ao abuso e dependência alcoólica.

o-que-e-o-alcoolismo-no-brasil-grupo-recomeco

O que é o Alcoolismo e o que causa a dependência

O alcoolismo é caracterizado pelo consumo abusivo e compulsivo de bebidas alcoólicas. Considerado pela medicina como uma doença crônica comportamental e evolutiva, ou seja, o nível de consumo e a dependência do álcool aumentam com o passar do tempo, a medida em que o sistema imunológico desenvolve resistência aos efeitos do álcool.

A OMS define o alcoólatra como o indivíduo que desenvolve o hábito de consumo excessivo, em que a dependência causa danos e transtornos mentais, físicos, sociais e econômicos.

Para a sociedade, no entanto, a dependência do álcool é um fato de difícil compreensão e percepção, onde ao mesmo tempo em que o consumo moderado é incentivado e relacionado a questões culturais e de lazer, o consumo exagerado e descontrolado é criticado pela população.

Considerando que diversos fatores contribuem para o desenvolvimento do alcoolismo, nós, da equipe de profissionais do Grupo Recomeço, alertamos que o simples hábito de consumir bebidas alcoólicas já representa um grande risco para que uma pessoa se torne realmente um alcoólatra.

 

 

Fatores que causam a dependência do álcool

 

Não há níveis seguros para o consumo do álcool, pois a maior parte dos fatores de risco não está sob o controle de quem consome a bebida alcoólica, como os fatores ambientais, sociais, emocionais, socioeconômicos e histórico familiar. Dentre esses fatores destacamos:

 

Ambiente social

Este pode ser considerado um dos principais fatores para o desenvolvimento do alcoolismo. O ambiente social é todo lugar frequentado pelas pessoas, como casas, bares, restaurantes, clubes e shoppings, onde o consumo de álcool pode ser comum e incentivado.

Há também a influência social, que diz respeito ao hábito de consumo das pessoas que frequentam esses ambientes. Se as pessoas a sua volta forem consumidores compulsivos, há um grande risco de se desenvolver a mesma forma de consumo.

 

Fatores Genéticos

Estudos mostram que filhos de pais que sofrem com o alcoolismo possuem maior probabilidade de desenvolveram a dependência ao longo da vida. Mesmo que passem a viver em ambientes saudáveis ou que sejam adotados por famílias que não bebem, há um grande risco de se envolverem com o álcool.

 

Tolerância

A tolerância aos efeitos do álcool faz com que a pessoa necessite de doses cada vez maiores para que sinta os mesmos efeitos. Assim, tanto a quantidade quanto a frequência de consumo aumentam gradativamente, provocando a dependência do álcool.